Blog tratamentos

Cannabis no tratamento da leucemia

7 min de leitura,      17 de outubro de 2019

O Instituto Nacional de Câncer estima o surgimento de 10.800 novos casos de leucemia por ano. Esta é uma doença maligna dos glóbulos brancos, tem como principal característica o acúmulo de células doentes na medula óssea, que substituem as células sanguíneas normais. Geralmente, de origem desconhecida, a leucemia pode ter como aliada ao seu tratamento a cannabis medicinal A pesquisa atual busca alternativas cada mais menos evasivas e mais eficazes para tratar a doença. Devido às suas capacidades anticancerígenas, a cannabis tem sido estudada para este fim. 

A cannabis no tratamento da leucemia é uma alternativa promissora não só para combater a doença, mas também como parte dos tratamentos convencionais. 

Como a cannabis pode ajudar?

A literatura científica apresenta pesquisas sobre os efeitos anticancerígenas dos canabinoides e mostra um potencial para seu uso em casos de leucemia. 

Um artigo publicado no International Journal of Oncology explora esses efeitos da cannabis no tratamento da leucemia quando usados ​em conjunto ​com a quimioterapia.

Os autores do texto afirmam que os canabinoides possuem atividade anticancerígena quando usados ​​sozinhos, embora alguns deles apontem efeitos mais potentes contra as células de leucemia quando combinados. Por exemplo, os autores mencionam que o THC e o CBD exibiram efeitos mais favoráveis ​​quando pareados em vez de serem usados ​​sozinhos.

Além disso, tiveram um desempenho ainda mais eficaz quando usados ​​junto com agentes de quimioterapia. Observou-se que o uso de canabinoides após a quimioterapia resultou em uma maior indução na morte de células cancerígenas.

Os autores do texto declaram: “Nossos resultados sugerem que, quando certos canabinoides são emparelhados, o produto resultante pode ser combinado sinergicamente com medicamentos anti-leucemia comuns, permitindo que a dose dos agentes citotóxicos seja drasticamente reduzida e ainda assim permaneça eficaz”.

Esses resultados são corroborados por novas pesquisas da Universidade de Londres, que sugerem que os canabinoides podem ser usados para combater a leucemia.

Os pesquisadores do Departamento de Oncologia da Universidade de St. George, em Londres, estudaram seis canabinoides diferentes e descobriram que cada um deles possui ação anticancerígena nas células leucêmicas.

O principal autor, Wai Liu, Ph.D, explicou os resultados do estudo: “Esses agentes são capazes de interferir no desenvolvimento de células cancerígenas, interrompendo-as e impedindo-as de crescer. Em alguns casos, usando padrões de dosagem específicos, eles podem destruir as células cancerígenas por conta própria.”

Os cientistas conseguiram replicar descobertas anteriores sobre os efeitos anticâncer do THC.

No entanto, no último estudo, a equipe do Dr. Liu decidiu se concentrar nos canabinoides “não-psicoativos”, incluindo canabidiol (CBD), cannabigerol (CBG) e cannabigevarin (CBGV).“Este estudo é um passo crítico para desvendar os mistérios da cannabis como fonte de medicamento. Os canabinoides examinados têm efeitos colaterais alucinógenos mínimos, se houverem, e suas propriedades como agentes anticancerígenas são promissoras. ”Os canabinoides não psicoativos mostraram inibir o crescimento de células de leucemia em todas as fases do ciclo celular. Curiosamente, a equipe observou efeitos ainda maiores quando diferentes canabinoides foram administrados juntos.

Liu diz que os medicamentos derivados da cannabis são muito mais baratos do que as terapias tradicionais contra o câncer. Ele também acha que eles poderiam ser combinados com os tratamentos existentes para melhorar seus efeitos.

“Utilizados em combinação com o tratamento existente, pudemos descobrir algumas estratégias altamente eficazes para combater o câncer. Significativamente, esses compostos são baratos para produzir e fazer um melhor uso de suas propriedades exclusivas pode resultar em medicamentos anticâncer muito mais econômicos no futuro.”

THC e apoptose

Um mecanismo pelo qual os canabinoides podem matar células cancerígenas é um processo conhecido como apoptose. A apoptose é uma função natural do corpo humano que resulta na morte controlada das células como parte do crescimento e desenvolvimento adequados de um organismo.

Um artigo publicado na revista Molecular Cancer Research mostra que o THC induz apoptose nas células T da leucemia.

 

Cannabis e leucemia: um estudo de caso

Os estudos acima exploram os importantes efeitos da cannabis no tratamento da leucemia em pesquisas feitas em laboratório e em modelos animais. Mas será que existe estudo realizado em pessoas? A resposta é sim. O potencial dos canabinoides contra a leucemia em humanos é demonstrado em um artigo publicado na revista Case Reports in Oncology. Ele documenta um estudo de caso envolvendo um paciente de 14 anos diagnosticado com uma forma agressiva de leucemia. 

O paciente foi submetido a quimioterapia agressiva, radiação e transplante de medula óssea. No entanto, todos esses métodos falharam após um período de 34 meses. Sem opções convencionais, a família do paciente começou a administrar por via oral extratos de cannabis. Foi observada uma correlação rápida dependente da dose.

Os autores afirmam que “os canabinoides geralmente são bem tolerados e não produzem os efeitos tóxicos generalizados das quimioterapias convencionais.”

Observou-se que durante o tratamento, a contagem de células cancerígenas começou a diminuir. Os pesquisadores observaram que os canabinoides contidos no extrato tinham propriedades antiproliferativas e pro apoptóticas. 

Sobre Leucemia

Câncer que ocorre na formação das células sanguíneas, dificultando a capacidade do organismo de combater infecções.

Quais são os sintomas?

Muitos pacientes com tipos de leucemia de crescimento lento não têm sintomas. Os tipos de leucemia de crescimento rápido podem causar sintomas que incluem fadiga, perda de peso, infecções frequentes e sangramento fácil ou hematomas.

 

O tratamento com cannabis pode ser para você!
Para saber se o tratamento com cannabis é o ideal para a sua condição ou de algum conhecido ou familiar, cadastre-se gratuitamente na plataforma! Consulte um médico prescritor e conte com todo o apoio da Dr Cannabis para ter acesso legal a medicamentos à base de cannabis. Caso já tenha cadastro, encontre um médico prescritor ao acessar o seu perfil.

É um médico e tem interesse na terapêutica canábica?
Há milhares de pessoas em busca de médicos prescritores. Nós também podemos ajudar com informações sobre o tratamento com cannabis medicinal. Junte-se a nós pela qualidade de vida de milhares de pacientes, faça seu cadastro como médico gratuitamente ou acesse o seu perfil.

Gostou do artigo?

Loading...
É paciente?
Nossa missão é ver você bem
CADASTRE-SE
É médico?
Tudo sobre tratamentos com cannabis está aqui para você
CADASTRE-SE