Cannabis no tratamento do autismo

3 min de leitura

É por volta dos 2 anos de idade que pais de crianças de espectro autista notam os primeiros sintomas: introspecção, agressividade e dificuldade de comunicação. Essa é a realidade de aproximadamente 2 milhões de pessoas no Brasil e são crescentes os relatos de melhorias utilizando a cannabis no tratamento do autismo.

Descubra como o óleo de cannabis vem ajudando essas famílias.

Como a cannabis pode ajudar?

Há ainda muitas perguntas sem respostas sobre a origem e a ação do autismo no corpo humano. Famílias insatisfeitas com os tratamentos disponíveis no mercado têm recorrido ao uso do óleo canábico e os relatos de melhoras são animadores: filhos que olham nos olhos da mãe pela primeira vez, crianças mais calmas e com habilidades sociais.  

Os depoimentos chamaram a atenção do Dr. Aran, diretor da unidade neuro-pediátrica do Centro Médico Shaare Zedek em Jerusalém, que desde janeiro de 2017 vem acompanhando 120 crianças e jovens adultos com autismo sendo tratados com óleo com alta concentração de CBD – substância não psicoativa presente na cannabis.

O Dr. Aran espera eliminar as dúvidas sobre como a cannabis medicinal ajuda as crianças com autismo e ampliar a terapêutica canábica para a população autista que cresce cada vez mais.

Os benefícios descritos informalmente incluem a redução da ansiedade, das crises convulsivas e de comportamentos autolesivos, bem como, a regulação do sono e melhoria nas interações sociais.

Os depoimentos dizem ainda que a cannabis medicinal alivia os efeitos colaterais dos medicamentos tradicionais, incluindo os antipsicóticos, que muitas vezes são prescritos para crianças com autismo e possuem altas taxa de adicção.

Há um número crescente de estudos (leia aqui, aqui e aqui) com o objetivo de esclarecer a atuação do CBD, do THC e outros canabinóides presentes no óleo canábico para pessoas de espectro autista.

Enquanto as respostas não chegam, as histórias de famílias que viram suas rotinas mudarem para melhor com a cannabis medicinal deixam claro que o tratamento com a planta já é uma realidade.

Sobre autismo

O autismo é um transtorno de desenvolvimento que compromete as habilidades de comunicação e interação social. O grau de comprometimento é de intensidade variável e pode ser dividido em três tipos: Síndrome de Asperger, transtorno autista (autismo clássico) e transtornos invasivos do desenvolvimento.

Quais são os sintomas?

O autismo normalmente é notado ainda na infância e as crianças apresentam dificuldade em:

  • Brincar de faz de conta
  • Interações sociais
  • Comunicação verbal e não verbal

Existe também o autismo regressivo que leva à perda de habilidades linguísticas ou sociais antes adquiridas.

Uma pessoa com autismo pode:

  • Ter visão, audição, tato, olfato ou paladar excessivamente sensíveis
  • Ter uma alteração emocional anormal quando há alguma mudança na rotina
  • Fazer movimentos corporais repetitivos
  • Demonstrar apego anormal aos objetos
  • Comunicar-se com gestos em vez de palavras
  • Desenvolver a linguagem lentamente ou não desenvolvê-la
  • Não fazer amigos e preferir ficar sozinho
  • Não participar de jogos interativos
  • Ser hiperativo ou muito passivo
  • Ter comportamento agressivo

O tratamento com cannabis pode ser para você!
Para saber se o tratamento com cannabis é o ideal para a sua condição ou de algum conhecido ou familiar, cadastre-se gratuitamente na plataforma! Consulte um médico prescritor e conte com todo o apoio da Dr Cannabis para ter acesso legal a medicamentos à base de cannabis. Caso já tenha cadastro, encontre um médico prescritor ao acessar o seu perfil.

É um médico e tem interesse na terapêutica canábica?
Há milhares de pessoas em busca de médicos prescritores. Nós também podemos ajudar com informações sobre o tratamento com cannabis medicinal. Junte-se a nós pela qualidade de vida de milhares de pacientes, faça seu cadastro como médico gratuitamente ou acesse o seu perfil.

Gostou do artigo?
Média de votos
Loading...