Cannabis Logo
Logo
BlogTratamentos

Ansiedade e cannabis: Os efeitos ansiolíticos do CBD

5 minutos de leitura
14 de maio de 2020

Coração batendo forte, palmas das mãos suadas e pensamentos acelerados: para aqueles que convivem com transtorno de ansiedade, estes sintomas indesejados ​​podem tornar a vida cotidiana desafiadora. Mas não precisa ser assim, ansiedade e cannabis é uma combinação que tem apresentado uma nova perspectiva aos tratamentos disponíveis atualmente. Relatos científicos e anedóticos apontam que os compostos da planta podem aliviar os sintomas da ansiedade com um alto grau de segurança e eficácia.

No mundo todo, 01 em cada 13 pessoas vive com ansiedade, tornando-a o distúrbio de saúde mental mais comum que existe, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS). Para aqueles que vivem com ansiedade, encontrar um método seguro para gerenciar os sintomas é uma prioridade.

Medicamentos anti-ansiedade de ação rápida podem oferecer alívio instantâneo, mas possuem potencial para se tornarem viciantes. Medicamentos para ansiedade que ajudam a reduzir os sintomas ao longo do tempo, normalmente não funcionam para todos. Por outro lado, o CBD possui alto grau de segurança e tem ganhado notoriedade nos últimos anos, com evidências acumuladas apontando seu potencial terapêutico.

Como a cannabis pode ajudar?

O CBD tem sido investigado em busca de benefícios potenciais no tratamento do transtorno de ansiedade. Em modelos de roedores, o CBD apresentou resultados positivos no medo condicionado, aversão ao espaço aberto, testes de conflitos, estresse por restrições e outras medidas de transtorno de ansiedade. Em humanos, o CBD reverteu os efeitos indutores de ansiedade do THC em voluntários saudáveis e demonstrou efeitos ansiolíticos em pacientes com transtorno de ansiedade social.

Além disso, cientistas da Universidade Estadual de Washington publicaram um estudo no Journal of Affective Disorders sobre ansiedade e cannabis que sugere que o uso inalado da planta pode reduzir significativamente os níveis auto relatados de depressão, ansiedade e estresse a curto prazo.

As mulheres relataram maiores reduções na ansiedade com a utilização da cannabis do que os homens.
Na análise, pesquisadores observaram uma redução de 58% no estresse e na ansiedade logo após o uso. Imediatamente após o consumo, também foi registrada uma redução de 50% na depressão. Ao longo do tempo, os efeitos positivos sobre o estresse e a ansiedade permaneceram.

Uma outra pesquisa revelou que as três razões mais frequentemente endossadas para o uso medicinal da cannabis são para controlar a dor, a ansiedade e a depressão. Com mais de 58% dos pacientes de cannabis informando usar para gerenciamento da ansiedade.
Corroborando com esses resultados, uma pesquisa mostrou que 50% dos pacientes de cannabis medicinal – que usavam a planta para tratar a dor – relataram que ela fornecia alívio da ansiedade e do estresse.

Ansiedade cannabis: Efeito ansiolítico do canabidiol

Para avaliar os efeitos ansiolíticos do CBD, um estudo duplo-cego foi realizado em voluntários saudáveis ​​submetidos a uma simulação do teste de falar em público. O CBD (300 mg) foi comparado a ipsapirona (5 mg), diazepam (10 mg) ou placebo. Os resultados mostraram que tanto o CBD quanto os outros dois compostos ansiolíticos atenuaram a ansiedade induzida pelo teste. O efeito ansiolítico do CBD em voluntários saudáveis ​​também foi observado em um estudo duplo-cego mais recente que investigou seus efeitos no fluxo sanguíneo cerebral regional por tomografia computadorizada de emissão de fóton único. Como o procedimento, por si só, pode ser interpretado como uma situação ansiogênica, permite a avaliação de medicamentos ansiolíticos. Os resultados foram animadores: o CBD foi capaz de induzir um efeito ansiolítico claro e um padrão de atividade cerebral compatível.

Estudos de segurança

O CBD foi extensivamente investigado em animais de laboratório para detectar possíveis efeitos colaterais ou tóxicos antes que a pesquisa começasse a ser feita em humanos.
Os resultados em humanos demonstram que a administração aguda de CBD por via oral, inalatória ou intravenosa não induz efeito tóxico significativo. Além disso, a administração crônica de CBD por 30 dias em voluntários saudáveis, em doses diárias variando de 10 a 400 mg, não foi capaz de induzir qualquer alteração significativa nos exames neurológicos, psiquiátricos ou clínicos. Finalmente, em pacientes que sofrem da doença de Huntington, doses diárias de CBD (700 mg) por 6 semanas não induziram qualquer toxicidade. Portanto, confirmando os resultados obtidos anteriormente a partir de estudos em animais, os dados clínicos disponíveis sugerem que o CBD pode ser administrado com segurança em um amplo intervalo de doses.

A evidência atual sustenta que o tratamento da ansiedade com o CBD é algo possível e os relatos de melhora dos pacientes provam que é. Com acompanhamento médico adequado esse cenário já é possível. Inclusive aqui no Brasil. Cadastre-se e encontre um profissional para saber se é uma opção para o seu caso.

O tratamento com cannabis pode ser para você!

Para saber se o tratamento com cannabis é o ideal para a sua condição ou de algum conhecido ou familiar, cadastre-se gratuitamente na plataforma! Consulte um médico prescritor e conte com todo o apoio da Dr Cannabis para ter acesso legal a medicamentos à base de cannabis. Caso já tenha cadastro, encontre um médico prescritor ao acessar o seu perfil.

É um médico e tem interesse na terapêutica canábica?

Há milhares de pessoas em busca de médicos prescritores. Nós também podemos ajudar com informações sobre o tratamento com cannabis medicinal. Junte-se a nós pela qualidade de vida de milhares de pacientes, faça seu cadastro como médico gratuitamente ou acesse o seu perfil.

Quarentena e cannabis: Receba atendimento médico da sua casa!

Durante esta quarentena, pacientes de todo o Brasil cadastrados na Dr. Cannabis já podem realizar consultas médicas online. O Ministério da Saúde e o CFM (Conselho Federal de Medicina) decidiram regular atendimentos médicos à distância como medida de controle da propagação do COVID-19. Acesse o seu perfil, procure um dos médicos com o ícone e câmera, escolha o que quiser e agende uma consulta! Se você ainda não possui perfil, cadastre-se gratuitamente e comece a se cuidar agora mesmo.

Gostou do artigo?

Loading...