Blog ação no corpo

Quais as doenças o THC trata?

5 min de leitura,      7 de novembro de 2019

Apesar de o CBD ser o canabinoide mais frequentemente associado aos benefícios medicinais da cannabis, ele não é o único com aplicações terapêuticas. Canabinoides como CBN, CBG e THCA demonstraram um enorme potencial no tratamento de doenças e sintomas. Mas e o famoso e estigmado THC? Será que é um vilão para a saúde? A resposta é não. Vamos descobrir a partir de agora o que o THC trata.

O THC possui propriedades terapêuticas e em diversas partes do mundo tem sido muito estudado e utilizado com este fim. Ele desempenha um importante papel na redução da dor, de náuseas e vômitos, bem como, no tratamento da anorexia e também da AIDS e do Glaucoma.
E estes são só alguns exemplos de doenças e sintomas que o THC trata. Apesar dos efeitos psicotrópicos que a substância pode causar serem, em muitos casos, um fator determinante quando um médico decide ou não utilizar este canabinoide, as possibilidades do uso medicinal do THC são amplas.

Como funciona o THC?

O sistema endocanabinoide é responsável por regular a parte neurológica do corpo humano e influenciar uma série de processos fisiológicos, como a dor, a memória e reações imunes e alérgicas. As principais ações controladas pelo sistema endocanabinoide, de forma resumida, são relaxar, comer, dormir, esquecer e proteger.
Este sistema foi descoberto há apenas 25 anos e mostrou-se fortemente regulado por fitocanabinoides, como o THC.

Como o THC afeta o sistema endocanabinoide?

O THC é o principal composto psicoativo da cannabis. Ele é responsável pela sensação de euforia associada ao uso da planta, mas também por uma série de efeitos benéficos à saúde humana. Pode ser consumido de diversas formas, como através de óleos, comestíveis, tinturas e cápsulas.
Independente da forma de administração, uma vez em contato com o organismo, o THC atua no sistema endocanabinoide.
Este sistema reconhece e responde aos canabinoides produzidos pelo nosso corpo e também aos de fontes externas, como o THC. Isso faz com que o THC seja capaz de atuar em caminhos específicos do organismo e desencadear uma série de processos em nosso corpo. Esta ação pode ser muito útil no tratamento de diferentes doenças e sintomas.
Exemplificando: um efeito bem conhecido e relacionado ao THC é o “aumento da fome”. Isso porque o sistema endocanabinoide regula o apetite e, ao entrar em contato com o corpo, o THC se conecta aos receptores canabinoides que dão início ao processo de tornar a experiência de se alimentar mais prazerosa. Esta característica do consumo do THC é particularmente interessante quando aplicada a favor do tratamento de doenças que causam a perda do apetite.

As propriedades medicinais do THC

Já foram identificados e estudados diversificados benefícios relacionados ao uso do THC no tratamento de variadas doenças e sintomas, incluindo:

  • Náusea e vômito
  • Anorexia e Caquexia
  • Espasticidade
  • Distúrbios do movimento
  • Dor
  • Glaucoma
  • Epilepsia
  • Asma
  • Dependência
  • Sintomas psiquiátricos
  • Doenças Autoimunes e Inflamação

Apesar do estigma, o THC pode ser pensado como um medicamento, que assim como outros existentes no mercado, atua no sistema nervoso central e pode causar a conhecida euforia. A indicação ou não do uso, deve ser sempre avaliada por um profissional capacitado que analisará o quadro do paciente e também seu histórico e organismo.

 

Gostou do artigo?
Média de votos
Loading...
É paciente?
Nossa missão é ver você bem
CADASTRE-SE
É médico?
Tudo sobre tratamentos com cannabis está aqui para você
CADASTRE-SE