Logo
Blog  >  Ação no corpo

Overdose de Cannabis: será que isso é possível de acontecer?

minutos de leitura
29 de abril de 2021

Overdose é um termo científico usado para denominar o conjunto de efeitos colaterais que aparecem depois do consumo excessivo de qualquer substância, como drogas em geral, que inclui medicamentos. A superdose, como também é conhecida, em casos mais agressivos, pode levar à morte. Mas será que é possível ter uma overdose de Cannabis?

A discussão pode começar pelo entendimento do que significa uma overdose. Caso a pessoa faça a ingestão de uma quantidade de Cannabis que o corpo dela não consegue processar, provavelmente, esse usuário terá que lidar com os efeitos adversos da substância, como ansiedade, tontura, vômito e outros efeitos colaterais.

Porém, não é tão simples assim. É preciso considerar a forma como a substância foi administrada, a qualidade do produto e a tolerância do indivíduo diante da quantidade ingerida.

Sabemos que o proibicionismo leva a Cannabis para o obscurantismo quanto a sua qualidade. Portanto, não é difícil ter acesso a uma erva contaminada por substâncias nocivas à saúde, como solventes, esterco e até mesmo resíduos de drogas, como o crack. Diante disso, uma overdose de Cannabis não estaria descartada.

Entretanto, não há provas científicas de que overdose de Cannabis tenha levado uma pessoa à morte. Diferente dos opioides, por exemplo, que mataram quase 50 mil pessoas nos EUA, em 2018, e o álcool, que mata mais de 95 mil pessoas por ano também nos EUA, de acordo com os Centros de Controle de Doenças dos EUA.

Em um relatório da DEA (Drug Enforcement Administration), de 1988, o juiz Francis L. Young afirmou que: “…para induzir a morte, um fumante de Cannabis teria que consumir de 20.000 a 40.000 vezes mais Cannabis do que a contida em um cigarro de Cannabis. Os cigarros de Cannabis fornecidos pelo NIDA pesam aproximadamente 0,9 gramas. Um fumante teoricamente teria que consumir cerca de 1.500 libras (680 kg) de Cannabis em cerca de quinze minutos para induzir uma resposta letal.”

Lembrando que o uso da Cannabis é milenar, o que mostra que, mesmo em meio a tantas particularidades, a substância ainda é segura, não demonstrando potencial fatal em qualquer dose capaz de ser consumida por um ser humano.

Mas, como qualquer substância semelhante, a Cannabis tem certo potencial de toxidade que pode gerar desconfortos físicos e emocionais, que são conhecidos como ‘bad trip’ – termo usado para expressar as sensações desagradáveis que, eventualmente, uma overdose de Cannabis pode gerar.

Em entrevista ao site The Cannigma, o farmacêutico Melani Kane contou sobre a segurança de ter Cannabis em uma farmácia em casa. De acordo com o profissional, os efeitos colaterais do THC podem ser muito desconfortáveis, mas eles não são fatais de nenhuma maneira. “É definitivamente a droga mais segura que já administrei.”

Quando o assunto é Cannabis medicinal, a segurança aumenta ainda mais. Isso porque as doses são ministradas de forma gradual, começando sempre por uma dose pequena, que vai sendo ajustada conforme a resposta do paciente.

Portanto, não há relatos da possibilidade de uma overdose de Cannabis levar à morte, mas isso não exclui a necessidade de fazer um uso responsável da substância.

Leia mais

Seis formas de usar Cannabis; conheça alternativas

O que é efeito entourage? Saiba mais sobre essa sinergia

Gostou do artigo?

Loading...